EnglishSpanish

O que é e por que se deve fazer calagem

O solo é um sistema trifásico, coloidal e aberto, o qual apresenta uma elevada complexidade e contém várias características físico-químicas que podem exercer influência, de forma direta ou indireta, sobre a fertilidade do solo, seu manejo e a sua disponibilidade de nutrientes para as plantas. Aqui no Brasil, a técnica da calagem é super necessária, uma vez que os solos são bastante ácidos, além de possuírem uma quantidade expressiva de alumínio. Por causa disso, reunimos abaixo tudo o que você precisa para ficar por dentro do assunto, incluindo um manual de adubação e calagem.

Antes de entender o que é calagem, vamos compreender um pouco mais sobre o solo brasileiro. 

O solo do Brasil é formado a partir de três estruturas geológicas, sendo elas: os escudos cristalinos, as bacias sedimentares e os terrenos vulcânicos. Assim, cada uma delas permite que haja a formação de determinados minerais, diferentes entre cada estrutura. No entanto, o que não deixa de existir em tal formação é a presença elevada do pH (ou seja, a acidez). Os solos do território brasileiro são, em sua maioria, ácidos e essa acidez é representada basicamente pela presença dos dois componentes: os íons H+ e o  Al+3 (alumínio). Eles são originados pela intensa lavagem e lixiviação dos nutrientes que provêm do solo; pela retirada dos nutrientes catiônicos (que derivam do cátion) pela cultura sem a devida reposição; e, também, pela utilização de fertilizantes de caráter mais ácido.  

Calcário dolomítico sendo entrega na área de plantio. | Foto: Grupo Selva Florestal

O que é calagem?

A calagem é uma etapa existente na hora de se preparar o solo para o cultivo agrícola. Mas, o que exatamente ela faz? Bom, esse processo possui dois objetivos principais que são: diminuir a acidez, ou seja, aumentar o pH do solo (o interessante é que esse solo esteja com o pH entre 5,5 a 6,5, pois os nutrientes vão conseguir adentrar no corpo das plantas, favorecendo a sua absorção) e fornecer uma maior quantidade de cálcio e magnésio para as plantas do local.  

Além de melhorar o aproveitamento de nutrientes e eliminar um pouco mais da acidez, a calagem é responsável por aumentar a CTC, isto é, cargas elétricas nos colóides do solo que irão possibilitar a troca de cátions. 

A sigla traduzida ao pé da letra significa: capacidade de troca de cátions e ela corresponde justamente à soma das cargas negativas que estão nas partículas microscópicas do solo.

Por que fazer calagem?

Como já vimos acima, fazer a calagem é imprescindível para a manutenção da vida do solo e do que vai ser plantado nele. Então, vamos compreender ainda mais sobre os principais objetivos pretendidos ao se utilizar a técnica, confira abaixo:

Eliminar (diminuir) a acidez do solo e fornecer uma maior quantidade de suprimento de cálcio e magnésio para as plantas. A calagem, por se utilizar do cálcio, acaba estimulando o crescimento das raízes e, portanto, o aumento do sistema radicular. O processo também estimula uma maior exploração da água e dos nutrientes do solo, o que auxilia a planta na tolerância à seca.

Mas a calagem ainda tem outros benefícios, como é o caso do aumento da disponibilidade de fósforo, o que por si só já que diminui os sítios (lugares) de fixação no solo. Além disso, também diminui a disponibilidade dos componentes de alumínio e de manganês através da formação dos hidróxidos, os quais não são absorvidos; aumenta a mineralização da matéria orgânica e, como consequência, favorece a maior disponibilidade de nutrientes e a fixação biológica do nitrogênio.

Nas propriedades físicas do solo, a calagem funciona como um aumentador, ou seja, ele causa agregação. Isso acontece, pois o cálcio é um cátion floculante e, por causa disso, diminui a compactação. Por causa de todos os efeitos causados, a calagem é a prática mais econômica, dentre as que fazem o mesmo processo e que garante aumentos na produtividade e longevidade.

Análise do solo. | Foto: Grupo Selva Florestal

Como fazer calagem?

O primeiro passo para realizar corretamente a calagem é coletar amostras do solo, mas em duas etapas. A primeira precisa ser feita após a colheita de verão e a segunda, após o período do fim das chuvas (culturas perenes) ou, então, antes do preparo do solo (culturas anuais).  Assim, o próximo passo será o de definir qual é o tipo e qual a dose do calcário a ser utilizada. Após essa etapa, será necessário dividir os custos da seguinte forma: dividir o custo total do calcário pelo poder relativo do neutralizante total do calcário e depois multiplicar o resultado por 100.

O processo de repetição da realização da calagem precisa ser feito três meses antes do plantio, com distribuição do calcário a lanço, incorporado ao solo. Ele será colocado em aproximadamente 17 a 20 centímetros de profundidade, de maneira completamente uniforme. No entanto, no sistema de plantio direto, o calcário deve ser aplicado na superfície, isto é, sem incorporação, diferentemente do que acontece no cultivo convencional, já que nele a aplicação consegue ser incorporada e acompanhada de aração e gradagem.

Tipos de calcário para calagem do solo

A calagem do solo pode ser realizada com diversos tipos de calcário, sendo eles: 

  • Calcário calcítico: teor de MgCO3inferior a 10% e maior teor de cálcio
  • Calcário magnesiano: teor de MgCO3 entre 10 e 25%
  • Calcário dolomítico: teor de MgCO3 acima de 25% e baixo teor de cálcio
  • E o Calcário filler: calcário que apresenta granulometria fina (indicado para plantio direto já que nesse caso não é possível revolver o solo)

Importância da calagem

A aplicação em excesso do calcário ocasiona problemas como a insolubilidade do fósforo e a diminuição na disponibilidade dos micronutrientes como, zinco, cobre, ferro e manganês, além de promover um aumento dos teores de cloro e molibdênio, levando a um desequilíbrio nutricional na planta, afetando o seu desenvolvimento. Mas, a falta dela também ocasiona diversos problemas. Por esse motivo, a calagem é uma etapa do preparo do solo importantíssima para o cultivo agrícola em que os materiais necessários são adicionados ao solo para neutralizar a sua acidez.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ver mais postagens

Confira 5 fatores que farão você aumentar seu patrimônio florestal

Confira 5 fatores que farão...

Você sabe quais são as atitudes…
Saiba como funciona a aplicação de herbicida em área de mogno africano

Saiba como funciona a aplicação...

Você entende de tratamento de pragas?…
Como investir em mogno africano sem área, sem manejo e sem floresta? Entenda

Como investir em mogno africano...

O mogno africano é um investimento…
Entenda como o excesso de chuva afeta o plantio de mogno

Entenda como o excesso de...

O Mogno Africano é uma árvore…
Entenda o que é fertilidade do solo e sua função

Entenda o que é fertilidade...

Ter uma terra que seja boa…
Entenda o que é e como funciona a topografia de um terreno

Entenda o que é e...

Quando pensamos em campo, uma das…
Saiba quais as diferenças entre solo arenoso e solo argiloso

Saiba quais as diferenças entre...

Não é apenas a vegetação e…

Confira 7 dicas de como...

Ter plantas em casa é sempre…
A exploração do mogno beneficia a Amazônia? Entenda mais sobre o assunto

A exploração do mogno beneficia...

A exploração e a comercialização do…
Impactos da inflação no comércio de mogno africano

Impactos da inflação no comércio...

Antes de falar sobre a inflação…
Saiba como proteger o mogno do clima frio e geada

Saiba como proteger o mogno...

A grande realidade é que plantas…
Confira 4 modos de restaurar florestas

Confira 4 modos de restaurar...

Como fazer a restauração florestal? Pois…
5 espécies de plantas propícias para plantio em áreas alagadas, confira!

5 espécies de plantas propícias...

Quando o assunto é plantio em…
Dicas para não errar ao germinar sementes, confira!

Dicas para não errar ao...

Antes de entender mais sobre o…
Saiba o que é um inventário florestal e aprenda a fazer corretamente

Saiba o que é um...

O inventário florestal é um documento…
Entenda a relação entre o mogno africano e marcenaria

Entenda a relação entre o...

Bom, antes de saber qual é…
Mogno africano pode ser matéria prima para itens luxuosos? entenda as finalidades

Mogno africano pode ser matéria...

É bastante comum que na manutenção…
Conheça as vantagens da irrigação de mogno africano

Conheça as vantagens da irrigação...

Muitos investidores desejam seguir o ramo…