Porque utilizar Calcário e Gesso na Floresta de Mogno Africano?

A calagem é uma prática muito utilizada em decorrência da toxidez causada pelo Al e Mn, visto que as quantidades de corretivos a serem utilizadas para adequar a acidez do solo à condição desejada, dependem do tipo de solo e do sistema de produção a ser estabelecido. O excesso ou uma aplicação incorreta, afeta de maneira negativa a disponibilidade de micronutrientes para a planta.

A correção da acidez superficial e subsuperficial do solo é necessária para promover maior crescimento das raízes, maior eficiência no uso da água e nutrientes, gerando melhores produtividades das culturas. Os insumos mais utilizados para a camada superficial do solo é o calcário (CaCO3, MgCO3) e para a subsuperficial, no caso de solos com argila de baixa atividade, o gesso agrícola (CaSO42H2O).

A aplicação do corretivo deve ser realizada uniformemente em toda a área que se deseja plantar, ser incorporado o mais profundo antecedendo pelo menos dois meses do plantio florestal. Pode-se utilizar calcário com PRNT baixo, no qual o poder de neutralização ocorrerá mais lentamente sendo benéfico para o cultivo de espécies florestais.

Nós da Selva Florestal realizamos e interpretamos as análises de solo, para fazermos as recomendações técnicas de todos os nossos clientes. Deixe seu comentário e suas dúvidas.

Realizando calagem
Benefício do uso do gesso agrícola

Autor: Athos Vinicius, Engenheiro Florestal.

Sobre o autor | Website

Engenheiro Florestal graduado pela Universidade Federal do Tocantins, com ênfase em silvicultura e nutrição de plantas.

Deixe seu e-mail, nome e telefone, para receber mais informações sobre a cultura de Mogno Africano, iremos entrar em contato via e-mail.

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!