Gado roendo mogno africano: o que fazer para evitar

Continue lendo esse artigo, basta arrastar a página para baixo

Gado roendo mogno africano: o que fazer para evitar

Temos um desafio comum na pecuária: evitar a danificação do mogno africano pelo gado. A atitude do gado de roer as cascas destas árvores pode ser prejudicial tanto para os animais quanto para o desenvolvimento das árvores. 

Neste artigo, vamos explorar estratégias eficazes para lidar com esse problema e garantir tanto a saúde do gado quanto das árvores. Descubra como minimizar os danos e garantir um ambiente saudável para o seu rebanho e o crescimento das árvores, como o mogno africano. Vamos lá! 

Aprenda a lidar com o gado roendo suas árvores. | Foto: Pixabay.

Por que o gado rói as cascas de árvore?

O hábito do gado de roer as cascas das árvores pode ser motivado por diferentes fatores. O principal deles é a busca por nutrientes e minerais presentes na casca das árvores, que muitas vezes são mais atrativos para os animais do que a pastagem disponível. Além disso, a roedura pode ser um comportamento resultante de estresse, tédio ou falta de opções de alimentação adequada. Compreender os motivos por trás desse comportamento é fundamental para adotar medidas eficazes de prevenção e controle.

Em primeiro lugar, vamos tratar da possibilidade de haver alguma deficiência nutricional no gado: quando a dieta dos animais não supre todas as suas necessidades, eles buscam suplementar os nutrientes faltantes por meio da roedura das cascas. Nesse caso, é importante avaliar a qualidade da alimentação fornecida ao gado e garantir que estejam recebendo uma dieta balanceada e adequada às suas necessidades nutricionais.

Já em relação à falta de opções de alimentação, o que acontece é que, se os animais não têm acesso a uma diversidade de pastagens ou forragens, podem recorrer às cascas das árvores como uma alternativa. Nesse caso, é importante fornecer ao gado uma variedade de alimentos que atendam suas necessidades nutricionais, evitando assim a busca por nutrientes nas cascas das árvores.

Além disso, ambientes estressantes, superpopulação de animais, falta de conforto e bem-estar, entre outros fatores, podem levar os animais a buscar alívio por meio da roedura. É fundamental proporcionar um ambiente adequado, com espaço suficiente, conforto e bem-estar para o gado, reduzindo assim o estresse e minimizando o comportamento indesejado.

Para evitar que o gado roa as cascas de árvore, é importante adotar medidas preventivas, como a disponibilidade de uma alimentação balanceada, diversificada e rica em nutrientes, garantindo que todas as necessidades dos animais sejam supridas. Também é fundamental oferecer um ambiente adequado, com opções de pastagens e forragens suficientes, evitando assim a busca por alimento nas cascas das árvores. Com essas práticas, é possível promover um manejo mais eficiente do rebanho e prevenir danos às árvores.

Dicas do que fazer para evitar que o gado roa a casca do mogno africano e cause prejuízo

Existem algumas dicas que podem impedir, ou pelo menos evitar que o gado prejudique a sua produção.

Como já afirmado anteriormente, os prejuízos que causam lesões na casca atingem o tronco, isto é, a estrutura essencial que é a responsável pelo desempenho da árvore no sistema.

Quando a casca é retirada, o fluxo no floema pode ser paralisado, o que acarreta no intumescimento da parte superior do corte e a parte inferior para de receber seiva orgânica, o que ocasiona a morte de suas células por falta de nutrientes e, consequentemente, morte das raízes, além da vulnerabilidade aos ataques de agentes xilófagos.

Entretanto, isso não é desejado em sistemas silvipastoris nos quais as árvores são colocadas para aquisição de produtos madeireiros e não madeireiros.

Algumas alternativas que podem contornar essa situação são o uso de substâncias repelentes e proteção física nas árvores de mogno africano. 

Têm sido utilizadas algumas ferramentas como o estabelecimento de um sistema silviagrícola por um tempo suficiente para que as árvores possam alcançar o porte mínimo para conseguirem suportar o anseio do gado, ou seja, a fricção do corpo físico nos troncos, e/ou para que o gado não consiga alcançar os galhos e ramos do mogno africano.

Fornecer suplementos minerais ao gado é uma boa alternativa para evitar que eles roam a casca do mogno africano. | Foto: Freepik/jcomp.

Além disso, é importante mencionar que ao consumir cascas de árvore, nesse caso específico, do mogno africano, os mamíferos buscam balancear suas dietas com minerais, açúcar ou proteína. 

Dessa forma, segundo o Grupo Selva Florestal –  empresa que atua em reflorestamento, produção de mudas, recuperação de áreas degradadas, comercialização de sementes e projetos técnicos na área agroflorestal –, uma dica primordial para evitar que o gado roa a casca do mogno africano é mantê-lo bem alimentado com todos os nutrientes minerais, evitando assim que ele supra algum déficit mineral roendo a casca do mogno africano. 

Ademais, a espécie de mogno africano mais recomendada para ser implantada em um sistema silvipastoril é a Khaya Senegalensis, visto que é uma árvore que possui uma casca mais grossa e por isso é mais resistente, sendo a espécie de mogno menos danificada pelo gado.

É possível recuperar árvores que o gado roeu ?

Por mais que os danos pareçam ser inconversíveis, há maneiras de recuperar a casca de uma árvore degradada. | Foto: Freepik/ArthurHidden.

Quando a árvore sofre um trauma é difícil recuperar sua saúde plena. Contudo, apesar de parecer um grande desafio, algumas árvores podem ser revigoradas, mesmo quando os danos parecem ser irreversíveis.

Primeiramente, quando a casca estiver roída, pegue uma faca aliada e a utilize para remover de uma vez as cascas machucadas. Essa remoção assegurará que os nutrientes voltem a fluir por meio dos locais danificados.

Depois, tire alguns galhos, visto que isso diminuirá a demanda de água, tornando menor a necessidade dos mecanismos de reparação. Outra medida útil é replantar e recobrir qualquer raiz que estiver exposta, escorando a árvore, se você achar necessário, até que ela atinja a estabilidade.

Se a sua árvore ainda estiver muito debilitada, tente distribuir uma pequena porção de fertilizante em volta do mogno, a começar de um metro de distância do tronco até uma extensão a vários metros à frente de onde os galhos estão sobre o seu corpo.

Não se esqueça de tomar os devidos cuidados na hora de aplicar o fertilizante, visto que isso pode ocasionar um maior stress para a árvore. Um bom preceito geral é usar 50 g da substância fertilizadora 5-10-5 para cada 2,5 cm de diâmetro do fuste, medido a 30 cm do solo.

Para concluir esse artigo, vale ressaltar que é essencial adotar estratégias para evitar que o gado roa as cascas das árvores. Isso inclui fornecer uma dieta adequada e balanceada, com opções de alimentação diversificadas que garantam todas as necessidades nutricionais dos animais, e também criar um ambiente propício, com espaço suficiente, conforto e bem-estar, para reduzir o estresse e minimizar o comportamento indesejado. Ao adotar essas medidas preventivas, é possível preservar tanto a saúde do gado quanto a integridade das árvores em sua propriedade.

Se você está interessado em saber mais sobre a produção de mogno africano, recomendamos a leitura do nosso artigo “Qual O Tamanho De Tubete Usar Na Produção De Mogno Africano.” Lá, você encontrará informações valiosas sobre esse assunto e poderá se aprofundar ainda mais na produção dessa espécie. Aproveite para descobrir todas as etapas necessárias para obter sucesso nesse empreendimento e explorar todo o potencial do mogno africano.

Matérias relacionadas

Acompanhe todas as máterias

Investindo em Mogno Africano: Estratégias para maximizar o retorno financeiro

2024-06-10 14:00:00

Mogno Africano: O Potencial Lucrativo no Cultivo de Madeira Nobre

2024-06-07 11:00:00

Mogno Africano: O Segredo das Mudas de Alta Qualidade

2024-06-03 10:00:00

Investimentos Verdes: Entenda Como o Crédito de Carbono Pode Ser Essencial

2024-05-31 10:00:00

Mogno Africano: Rentabilidade Financeira aliada à Responsabilidade Ambiental

2024-05-27 10:00:00

Projetos Sustentáveis: Saiba Como Mogno Africano e Créditos De Carbono Impulsionam o Negócio

2024-05-25 16:00:00

Ultimas notícias da Selva

Especialistas em Mogno Africano

Investindo em Mogno Africano: Estratégias para maximizar o retorno financeiro

2024-06-10 14:00:00

Mogno Africano: O Potencial Lucrativo no Cultivo de Madeira Nobre

2024-06-07 11:00:00

Mogno Africano: O Segredo das Mudas de Alta Qualidade

2024-06-03 10:00:00

Investimentos Verdes: Entenda Como o Crédito de Carbono Pode Ser Essencial

2024-05-31 10:00:00

Mogno Africano: Rentabilidade Financeira aliada à Responsabilidade Ambiental

2024-05-27 10:00:00

Projetos Sustentáveis: Saiba Como Mogno Africano e Créditos De Carbono Impulsionam o Negócio

2024-05-25 16:00:00