Restauração florestal: Confira 4 métodos para aplicar

Continue lendo esse artigo, basta arrastar a página para baixo

Restauração florestal: Confira 4 métodos para aplicar

Ei você, já parou para pensar na importância de restaurar florestas ao nosso redor? Além de serem um lar para milhares de espécies de animais e plantas, elas ajudam a regular o clima e a qualidade do ar. Mas não se preocupe, pois hoje vamos falar sobre 4 métodos incríveis para aplicar a restauração florestal!

Como fazer a restauração florestal? Pois bem, essa é uma questão muito debatida por todos os lugares do mundo e deve ter sua importância aumentada por conta de todos os problemas que o mundo está passando. Desse modo, estão sendo testados novas maneiras para que ocorra essa recuperação florestal após uma grande degradação de diversos lugares.

Sendo assim, entender melhor todos os processos que podem envolver essa etapa de restauração florestal se tornam cada vez mais essenciais no mundo em que vivemos. Compreender isso é muito bom para que possamos ter uma consciência ambiental muito melhor, que possa realmente ajudar outras pessoas.

Portanto, nesse artigo vamos abordar sobre a restauração florestal e, também, apontar quais são os métodos que são mais usados para fazer esse processo. 

Saiba mais o que é restauração florestal, degradação e recuperação da floresta, fundos verdes investimento: O processo de restauração florestal visa manter as mesmas espécies. | Foto: Unsplash.

Confira 4 modos de restaurar florestas:

Os quatro métodos de restauração florestal que podem ser eficientes para que ocorra a restauração florestal são essenciais e podem ser feitos para que se tenha uma saúde melhor no ambiente florestal. Portanto, fique por dentro sobre o que é essa prática e quais são os princípios básicos para conseguir colocar a recuperação do ambiente em ação.

Veja tudo isso a seguir nesse texto:

O que é restauração florestal?

Antes de entender melhor como preparar a restauração florestal, nós devemos entender o que é esse processo, não é mesmo? Isso é essencial para que toda a etapa seja concluída com grande qualidade e possa melhorar todos os hectares de florestas.

Sendo assim, o que é restauração florestal pode ser explicado por um modo de restauração ecológica, mas que possui um objetivo maior em relação aos ecossistemas florestais que existem no país. Trazendo uma visão mais simples sobre essa etapa é que a ideia principal é de fazer com que o ecossistema tenha uma saúde, sustentabilidade e integridade recuperadas para possuir nível de ser considerado bom.

Isso é necessário por conta dos danos que são feitos pelos seres humanos em relação ao ambiente florestal. Assim, sempre que há uma degradação, perturbação ou transformação surge a necessidade de fazer um projeto para que ocorra a recuperação florestal.

Como foi falado muitas vezes, essa devastação que ocorre nas florestas podem ser responsáveis por ações dos homens, mas também pode ter processo que acontecem pela ação da natureza, como: erupções vulcânicas, tempestades ou enchentes. Isso também pode ocasionar em consequências irreparáveis ao terreno que sofreu os danos.

Desse modo, a restauração florestal tem seu objetivo em trazer a vegetação de volta ao ambiente que passou por um desses processos de destruição, que foram citados. Vale citar que esse procedimento é lento em muitas ocasiões, então é importante que essa restauração florestal seja feita pensando em prazos médios e longos, pois assim será possível conseguir retornar às condições originais daquele ambiente florestal.

Quais são os modos de se restaurar as florestas?

Pois bem, agora é o momento para sabermos quais são os modos para que ocorra a recuperação florestal, certo? Traremos uma explicação bem básica para que tenha um boa compreensão sobre o tema, mas que ainda deixa claro como funciona esse aspecto de fundos verdes investimento. Confira a seguir os quatros métodos:

Regeneração Natural sem manejo

O primeiro modo que vamos abordar nesse artigo é a regeneração natural sem manejo, assim vamos explicar como funciona esse processo para que todas as dúvidas que existam possam ser sanadas.

Esse processo tem como objetivo deixar com que os processos naturais do ambiente possam agir de uma maneira livre. Em geral, essa localização tem grande densidade e diversidade de plantas originárias regenerantes. Em muitas vezes são usadas plantações de rebrota por conta da proximidade que elas possuem em relação a vegetação natural do ambiente.

A utilização da regeneração natural sem manejo tem um alto índice de recuperação da vegetação do ambiente. Desse modo, é feito alguns procedimentos que podem ser necessários para que tenha a ajuda do crescimento das plantas, então em muitas ocasiões são usadas cercas ou aceiros.

Apesar de ser uma opção mais barata e de baixa intervenção humana, a regeneração natural sem manejo pode levar mais tempo para que a área seja completamente restaurada. Além disso, é necessário monitorar a área periodicamente para garantir que a regeneração está ocorrendo de forma adequada.

Regeneração Natural com manejo

Esse método tem como seu maior objetivo fazer ações de manejo para que ocorra a restauração florestal de forma natural. Então, existem alguns procedimentos que podem ser feitos para que essa recuperação aconteça.

Assim, controles de plantas competidoras, que podem ser feitos por meio de químico ou mecânico, podem ser feitos em todas as partes ou apenas na parte da coroa. Além disso, é possível que seja feito o controle de formigas, uma adubação de cobertura, uma plantação de enriquecimento, compactação do solo e formação de ilhas com espécies de vegetação.

Esse método pode ser mais efetivo do que a regeneração natural sem manejo, pois as práticas de manejo podem acelerar o processo de recuperação da área degradada. No entanto, é importante ressaltar que o manejo deve ser realizado de forma cuidadosa e respeitando as características ecológicas da área.

Plantio em Área Total

Assim, também temos o plantio em área total, que pode ser bastante utilizada para fazer a restauração florestal do ambiente devastado. A vegetação nativa permanece, a compactação do solo é pobre e as espécies invasoras, como as gramíneas, são raras.

Como o potencial de regeneração natural do local a ser restaurado é alto (conforme determinado através de investigação), tomar medidas como cercar a área ou construir/manter aceiros permitirá a recuperação da vegetação.

O plantio em área total pode ser uma opção viável para áreas muito degradadas, em que a regeneração natural não é possível ou levaria muito tempo para ocorrer. No entanto, é importante realizar um planejamento adequado para garantir que as mudas sejam plantadas de forma adequada e em densidades apropriadas para cada espécie.

Além disso, é importante considerar a manutenção da área plantada, que pode incluir a realização de podas, controle de pragas e doenças, e a reposição de mudas que não vingaram.

Sistemas Agroflorestais (SAFs)

Por fim, nós temos o sistema agroflorestal ou mais conhecidos como SAFs. Desse modo, os SAFs para restauração ambiental são sistemas de produção baseados em sucessão ecológica, semelhantes aos ecossistemas naturais, em que árvores exóticas ou nativas são consorciadas com culturas, cipós, forrageiras, arbustivas de acordo com um cronograma espacial e temporal pré-determinado, com alta diversidade de espécies e a interação entre eles.

Sendo assim, ficou mais claro como pode ser feita a restauração florestal por diversos modos diferentes, mas que podem ser eficientes para que exista a recuperação do ambiente destruído. É importante que esses procedimentos sejam feitos para que todas as florestas sejam bem cuidadas, pois isso influencia em muitos outros contextos em que vivemos.

No entanto, é importante realizar um planejamento adequado para escolher as espécies mais adequadas para cada tipo de solo e clima, bem como garantir que as práticas agrícolas sejam realizadas de forma sustentável e sem comprometer a regeneração florestal.

Qual a diferença entre restauração e reflorestamento?

Como possivelmente já deu para compreender durante a leitura deste artigo, a restauração é um processo que tenta recuperar um ecossistema que, por sua vez, passou por um algo que o degradou ou que gerou danos ou perturbações para o seu funcionamento. Este processo se preocupa com os seres que já existiram na área, visando resgatá-los. 

Já o reflorestamento é um processo que começa do zero, quando não há mais sinal de nenhuma vida do ecossistema original dentro da área degradada. Imagine, por exemplo, que um prédio é demolido e no lugar constroem um parque – esse local passará por um reflorestamento e os seres vivos existentes lá não serão, necessariamente, os mesmos de antes da construção do prédio. 

Entender o conceito de restauração e de reflorestamento é o primeiro passo para conhecer as diferenças entre essas duas formas de lidar com a degradação e recuperação da floresta. A principal diferença é que a restauração tenta manter as espécies presentes antes da degradação da área florestal enquanto o reflorestamento, por sua vez, começa tudo do zero.

A principal diferença é que a restauração tenta manter as espécies presentes antes da degradação da área florestal enquanto o reflorestamento, por sua vez, começa tudo do zero.

Vale a pena investir em mogno africano?

Pensando na restauração de florestas, o mogno africano pode ser considerado uma forma de restaurar caso ele seja plantado em uma área em que essa espécie já esteve. Ainda assim, na maioria das vezes, ele é considerado como uma forma de reflorestamento comercial. 

O mogno africano é um investimento a longo prazo, que demora cerca de 18 a 20 anos para dar retornos. Como o brasileiro não tem a cultura de investir a longo prazo, é comum que o investimento em mogno africano não seja nem mesmo considerado, mas após fazer as contas é possível ver o quanto ele é rentável. 

A poupança é um dos investimentos mais feitos pelo brasileiro. É bem generoso falar que ela tem um rendimento de 6% ao ano. Aplicando 1.000 reais nela com rendimento de 6% ao ano, fará com que depois de 18 anos sejam obtidos 2.860 reais de lucro. Fazendo o mesmo processo com um outro investimento com rentabilidade de 12% ao ano, o resultado após 18 anos será um lucro de 7.700 reais. 

Entretanto, com o mesmo valor de investimento (1000 reais), aplicando este capital na plantação de mogno africano, o lucro, após passados 18 anos, será de cerca de 100.000 reais, ou seja, ele é extremamente lucrativo. 

Ainda pensando na rentabilidade do mogno africano, os investidores da área sempre se questionam se não seria melhor investir em milho, cana, soja ou eucalipto, que crescem mais rápido e, por isso, tem o rendimento mais rápido também. 

A verdade é que nenhum deles chega aos pés do mogno africano. Considerando um total de 18 anos, e pensando nas diferenciações de preço por mercado e por questões como inflação, investir em mogno africano ainda dá retornos financeiros melhores, com custos menores. 

Saiba mais nesse vídeo.

A inflação nos lucros do mogno africano

A inflação é um fator que altera os valores de rentabilidade do mogno africano. Conheça tudo sobre a influência da inflação no mogno africano clicando aqui.

Após saber mais sobre a restauração florestal e seus impactos no ambiente, é necessário saber mais sobre outros processos que são necessários sobre vegetações. Sendo assim, conheça o Grupo Selva Florestal, que pode ser essencial para descobrir e aprender mais sobre diversos temas ambientais.

Chegamos ao fim do nosso texto sobre restauração florestal e esperamos ter ajudado você a entender melhor os principais métodos para aplicar em sua propriedade ou projeto ambiental.

A restauração florestal é um processo fundamental para a conservação da biodiversidade, recuperação dos recursos hídricos e mitigação dos impactos das mudanças climáticas. E como vimos, existem diferentes formas de restaurar uma área degradada, desde a regeneração natural até os sistemas agroflorestais.

O importante é sempre buscar a adoção de práticas sustentáveis, que respeitem os ecossistemas locais e promovam a recuperação da biodiversidade. E se você precisar de ajuda para planejar e executar um projeto para restaurar florestas, não hesite em procurar a Selva Florestal. Estamos sempre à disposição para oferecer nossos serviços de consultoria e fornecimento de mudas de espécies nativas.

Matérias relacionadas

Acompanhe todas as máterias

Sustentabilidade Corporativa com Mogno Africano: Cases de Sucesso

2024-05-21 11:00:00

Crédito de Carbono e a Sua Importância Para o Futuro

2024-05-18 11:00:00

Gestão Ambiental: Descubra O Que é e qual a sua Importância

2024-05-14 11:00:00

Sustentabilidade corporativa e mogno africano: Estratégias para gestão ambiental efetiva

2024-05-11 07:25:00

Mogno africano e a eficiência da gestão ambiental: Práticas para redução de carbono

2024-05-07 07:25:00

Gestão Ambiental: O Papel do Mogno Africano na Sustentabilidade

2024-05-04 07:25:00

Ultimas notícias da Selva

Especialistas em Mogno Africano

Sustentabilidade Corporativa com Mogno Africano: Cases de Sucesso

2024-05-21 11:00:00

Crédito de Carbono e a Sua Importância Para o Futuro

2024-05-18 11:00:00

Gestão Ambiental: Descubra O Que é e qual a sua Importância

2024-05-14 11:00:00

Sustentabilidade corporativa e mogno africano: Estratégias para gestão ambiental efetiva

2024-05-11 07:25:00

Mogno africano e a eficiência da gestão ambiental: Práticas para redução de carbono

2024-05-07 07:25:00

Gestão Ambiental: O Papel do Mogno Africano na Sustentabilidade

2024-05-04 07:25:00