Confira 7 dicas de como cuidar de mudas em casa

Continue lendo esse artigo, basta arrastar a página para baixo

Confira 7 dicas de como cuidar de mudas em casa

Ter plantas em casa é sempre muito bom, além de trazer um ar mais bonito e decorar o ambiente de forma mais harmônica e charmosa, elas podem ser terapêuticas e ajudam na purificação do ar. Antes de saber quais as dicas para se ter uma planta dentro de casa e como cuidar de mudas, é importante compreender o que ela consegue fazer por você, além de servir de enfeite decorativo.

No mundo de hoje, a falta de paciência e a exigência de uma rotina mais acelerada não permite que as pessoas enxerguem o que está ao redor. A convivência com outros animais e com a natureza faz você desacelerar um pouco o ritmo, mas não é para todos que isso funciona da mesma maneira. Diversas pessoas possuem plantas em casa, mas sequer sabem a espécie ou como cuidar de mudas. A falta de água e produção de nutrientes vai fazer com que a sua planta fique feia e sem vida, mas não é apenas isso que importa.

A criação de um ambiente verde causa uma sensação de relaxamento e ajuda bastante a diminuir a ansiedade e os transtornos psicológicos. Segundo estudos científicos, é quase que impossível observar as pétalas vibrantes das cores da planta sem que elas lhe transmitam algo. Exemplo disso é a violeta africana (Saintpaulia ionantha) que oferece calma apenas com o observar da sua pétala colorida. Essa espécie é responsável por causar um pequeno estímulo para a liberação de adrenalina no corpo, o que aumenta os níveis de energia e oxigenação, ajudando todos os indivíduos a relaxarem mais.

Invista, então, em algumas samambaias-americanas (Nephrolepis exaltata). Sendo assim, coloque-as pela casa, substituindo por decorações que não combinam com o ambiente. Essas plantas são extremamente benéficas e liberam umidade por  meio da sua transpiração, ajudando a tornar o ambiente mais fresco e agradável.

O plantio de mudas pode ajudar no combate ao estresse e à ansiedade. | Foto: Freepik.

Algumas plantas costumam ser como remédios naturais. De acordo com estudos, a aloe vera era conhecida antigamente como a “planta da imortalidade” no antigo Egito e também era muito usada para curar feridas. Hoje em dia, costuma-se usar as plantas para tratar de queimaduras solares, além dela ser base da maior parte dos princípios ativos de diversos tratamentos de beleza e remédios para dor.

No tratamento de alergias, elas podem e muito ajudar na otimização da ansiedade. As folhas do clorofito (Chlorophytum comosum) são capazes de absorver alergênicos ou como são mais conhecidos, o mofo e a poeira. Esse fator ajuda bastante a limpar o ambiente para quem possui problemas alérgicos. Em relação à criatividade, as plantas, principalmente, as que possuem folhas coloridas causam inspiração e ajudam na construção da energia de uma pessoa. 

Agora, depois de entender como as mudas podem ser benéficas para a sua saúde, compreenda como cuidar delas da maneira mais apropriada possível. 

Dicas de como cuidar das mudas de plantas

Confira:

Escolha a espécie adequada

Não são todas as plantas que vão conseguir se adaptar à sua casa. Dessa forma, você precisa saber escolher uma que aceite as melhores condições de luz, calor e espaço que você possa oferecer, dentro do espaço em que mora. Para isso, planeje exatamente onde irá colocar sua nova muda, analise o espaço e suas condições, além de pesquisar e conversar com o florista responsável, pois ele pode te recomendar a planta ideal para o local. 

Mas, atenção: nada de mentir para o florista. Caso faça isso, a planta vai acabar morrendo e o seu prejuízo vai ser maior, além da casa ficar com uma decoração feia quando a planta não é bem cuidada.

 Regue na hora certa

As plantas não precisam ser regadas o tempo inteiro, pelo contrário, elas possuem o seu próprio tempo e costumam demonstrar quando realmente estão precisando de água, por isso, é só ficar bastante atento. Assim, logo após plantar a muda, regue-a. Nos dias seguintes, você coloca os dedos na terra e checa se ela está úmida ou seca. Se ainda estiver úmida, não precisa regar novamente. Caso não esteja, pode colocar a água novamente. Um detalhe importante é: nunca coloque água nas folhas da planta, sempre na raiz.

Se você estiver cuidando apenas de arranjos, para conseguir garantir a sua durabilidade e frescor, você pode procurar misturar uma colher de vodca à água do vaso, mas não esqueça de trocar a mistura a cada dois dias, pois isso vai auxiliar bastante na conservação deles.

Troque os vasos sempre que necessário

Quando o vaso começar a rachar ou der indício de que isso vai acontecer, está na hora de trocar o vaso. Assim como se as raízes da planta começarem a sair por ele, pois quer dizer que está na hora de pegar um ainda mais espaçoso. A troca também é válida a partir do momento que a planta parou de gerar brotos mesmo estando bem cuidada, ou, ainda, quando a textura da terra muda e passa a ficar branca.

 Higienize suas plantas

Manter as plantas sempre limpas e bem cuidadas também vai contribuir para a saúde e a beleza delas. Isso porque o enorme acúmulo de sujeira pode atrapalhar até o processo de fotossíntese realizado pelas plantas. Por causa disso, tente sempre deixá-las aparadas e em um local que não tenha acesso a sujeira. Caso ela fique com uma poeira acumulada na folhagem, busque passar uma esponja umedecida com água e sabão neutro em toda a base das folhas. E se as folhas forem bem pequenas? Bom, nesse caso é mais indicado usar um pincel seco, para não atrapalhar no crescimento das folhas pequenas e aveludadas.

Faça uma escolha correta do local

Quando for escolher um local, é preciso pensar muito bem. Isso porque a planta vai ficar muito tempo no mesmo local e espera-se que ela cresça. Então, verificar se aquele é o local mais adequado para cada tipo de espécie é essencial, já que a depender do tamanho ela não vai poder ser colocada perto de prédios ou muros.

Porém, não se desespere com isso. Antes de comprar a muda, entenda quais as reais chances dessa planta crescer e pense em um lugar para plantá-la. Caso seja uma planta maior, deixe um espaço mínimo de 3 metros de distância de uma outra. 

Tamanho adequado

É interessante que você faça uma cova com um tamanho adequado e propício para cada uma das mudas. É necessário, ainda, que seja adicionada terra preta para o preenchimento deste local, já que é preferível que se tenha terra e húmus em quantidades igualmente distribuídas. 

Essa solução vai fortificar a planta e equilibrar o seu PH, dando mais possibilidade da água adentrar nela. Por isso, é tão importante  conservar esse material de terra e húmus, cultivando-o da maneira correta.

A muda também precisa estar nivelada ao chão,  então, se utilize do que tiver em casa para deixá-la o mais firme e reta possível. Os barbantes e pedaços de madeiras são grandes aliados nesse momento.

Água

Tente sempre manter a quantidade de água das suas plantas em dia. Na primeira semana, opte por colocar água todos os dias, mas sem exageros, já que o excesso também prejudica o solo, podendo causar apodrecimento. 

Em dias nublados ou com bastante chuva, porém, não é necessário adicionar mais água.  Depois de um tempo, passe a colocar mais água em dias não consecutivos. Isso vai ajudar sua planta a crescer de maneira mais saudável.

Essas últimas dicas são mais úteis se você morar em uma casa e quiser plantar a muda no jardim ou quintal de casa, lugares que permitem a entrada de plantas maiores. 

Gostou do conteúdo? Confira mais sobre como cuidar de mudas de plantas com o Grupo Selva Florestal. A empresa possui atuação em reflorestamento, produção de mudas, recuperação de áreas degradadas, comercialização de sementes, projetos técnicos na área agroflorestal e pode te ajudar a escolher o plantio correto. 

Matérias relacionadas

Acompanhe todas as máterias

Sustentabilidade Corporativa com Mogno Africano: Cases de Sucesso

2024-05-21 11:00:00

Crédito de Carbono e a Sua Importância Para o Futuro

2024-05-18 11:00:00

Gestão Ambiental: Descubra O Que é e qual a sua Importância

2024-05-14 11:00:00

Sustentabilidade corporativa e mogno africano: Estratégias para gestão ambiental efetiva

2024-05-11 07:25:00

Mogno africano e a eficiência da gestão ambiental: Práticas para redução de carbono

2024-05-07 07:25:00

Gestão Ambiental: O Papel do Mogno Africano na Sustentabilidade

2024-05-04 07:25:00

Ultimas notícias da Selva

Especialistas em Mogno Africano

Sustentabilidade Corporativa com Mogno Africano: Cases de Sucesso

2024-05-21 11:00:00

Crédito de Carbono e a Sua Importância Para o Futuro

2024-05-18 11:00:00

Gestão Ambiental: Descubra O Que é e qual a sua Importância

2024-05-14 11:00:00

Sustentabilidade corporativa e mogno africano: Estratégias para gestão ambiental efetiva

2024-05-11 07:25:00

Mogno africano e a eficiência da gestão ambiental: Práticas para redução de carbono

2024-05-07 07:25:00

Gestão Ambiental: O Papel do Mogno Africano na Sustentabilidade

2024-05-04 07:25:00