Mogno Africano: Como funciona o arrendamento de terra para plantar?

Continue lendo esse artigo, basta arrastar a página para baixo

Mogno Africano: Como funciona o arrendamento de terra para plantar?

Confira, nesse post, tudo sobre como arrendar terra para plantar mogno africano, além das vantagens de plantar mogno africano através dos projetos do Grupo Selva Florestal.

Existe uma ideia por trás do cultivo e da produção agrícola em larga escala, na qual precisa necessariamente haver uma quantidade enorme de capital disponível para investir.

Mas o fato é que nem sempre isso é necessário, uma vez que existem diversos aspectos na legislação brasileira que permitem uma facilitação do acesso à terras de modo legal e regulamentado.

O plantio de Mogno Africano é um setor altamente rentável ao longo prazo, confira porquê lendo o post.| Foto: Grupo Selva Florestal

O que é arrendamento de terra?

O arrendamento rural ou arrendamento de terras é uma das alternativas viáveis para a produção tanto agrícola, pecuária como para a produção florestal. É um contrato agrário onde o dono da propriedade rural, aluga as terras para uma pessoa/empresa que queria plantar por tempo determinado ou não, mediante certa retribuição ou aluguel, observados os limites percentuais da Lei.

É importante entender que essa medida tem como principal objetivo a diminuição de espaços agrícolas ociosos e que não cumprem nenhuma função “social”. Isto é, só é possível realizar o arrendamento de terras quando há uma preocupação considerável que irá arrendar em utilizar aquelas terras para produção agrícola, moradia, criação de gado e pecuária, de modo geral. 

A carência por madeiras nobres, tanto no mercado interno como no mercado externo, vem crescendo exponencialmente, com isso, o aumento de investidores também. Dessa forma, o arrendamento de áreas rurais para fins madeireiros, veio em um ótimo momento para os investidores que não possuem terras, não possuem tempo de manejar essas áreas, aplicar seu capital em um mercado que possui alta rentabilidade.

Por que arrendar terra para plantar mogno africano?

Arrendar terra para o plantio de mogno africano é uma estratégia atrativa para muitos produtores rurais e investidores. Mas você pode estar se perguntando: por que optar pelo arrendamento ao invés da compra de terras? Existem várias razões que tornam o arrendamento uma opção viável e vantajosa.

Em primeiro lugar, o arrendamento permite acesso a áreas extensas de terras sem a necessidade de um alto investimento inicial. O custo de aquisição de terras pode ser bastante elevado, tornando-se um obstáculo para muitos interessados em cultivar o mogno africano. Ao arrendar a terra, é possível iniciar o plantio com um investimento menor, direcionando os recursos disponíveis para outras etapas do projeto.

Além disso, o arrendamento oferece flexibilidade. Os contratos de arrendamento geralmente possuem prazos determinados, o que permite aos arrendatários ajustarem suas estratégias de acordo com as condições de mercado e o desenvolvimento das mudas de mogno africano. Caso seja necessário, é possível expandir ou reduzir a área de cultivo, adaptando-se às demandas do negócio.

Outro ponto importante é a redução dos riscos financeiros. Ao arrendar a terra, o produtor ou investidor não assume os riscos e custos associados à propriedade da terra, como impostos, manutenção e depreciação. Isso proporciona uma maior estabilidade financeira e permite uma melhor gestão dos recursos disponíveis.

Como funciona o arrendamento de terra?

A prática de arrendamento rural  é regulamentada pela Lei 4.504/64, sendo muito conhecida como Estatuto da Terra. Visto que essa lei fixa os direitos e deveres do arrendador e do arrendatário. Por meio de um contrato bem estruturado, o acordo entre as partes estabelece o uso integral ou parcial da área arrendada.

O arrendamento de terra funciona da seguinte maneira: através de um contrato estabelecido entre as duas partes, se estabelece um valor em dinheiro e um prazo em que determinada terra poderá ser utilizada. O tempo de utilização pode ser previsto e limitado, mas também não há nada que impeça que o contrato de arrendamento não estipule um prazo de utilização. 

O contrato de arrendamento se difere do contrato de parceria rural, uma vez que esse tipo de contrato prevê uma participação mútua na produção agrícola e nas atividades desenvolvidas naquela terra. Ou seja, não há um pagamento prévio, mas sim a divisão em uma espécie de sociedade na qual divide-se os lucros e prejuízos gerados. 

Sabendo agora como funciona o arrendamento de terras para plantio de mogno africano, se torna evidente que não é necessariamente preciso que exista um investimento considerável logo de início. Isso se deve ao fato de que o arrendamento de terras é uma forma muito mais econômica de conseguir acesso à terra, quando comparamos esse tipo de contrato com a ideia de compra e venda de propriedade rural. 

Passos para arrendar a terra ideal para o plantio de mogno africano

Agora que você compreende as vantagens de arrendar terras para o cultivo de mogno africano, é importante conhecer os passos necessários para encontrar e arrendar a terra ideal. 

Confira abaixo algumas etapas importantes desse processo:

  1. Pesquisa e identificação: Inicie realizando uma pesquisa detalhada para identificar áreas de terras disponíveis para arrendamento. Utilize recursos online, consulte órgãos responsáveis e entre em contato com empresas especializadas em reflorestamento, como o Grupo Selva Florestal. Avalie fatores como localização, tamanho da área, características do solo e disponibilidade de recursos hídricos.
  2. Avaliação da terra: Após identificar algumas opções de terras disponíveis, é essencial realizar uma avaliação mais aprofundada. Verifique as condições do solo, considerando aspectos como drenagem, fertilidade e pH. Avalie também a topografia da área, procurando por terrenos planos ou com leves declives, ideais para o cultivo do mogno africano.
  3. Negociação do contrato: Uma vez selecionada a terra adequada, é hora de negociar o contrato de arrendamento. Certifique-se de que todos os termos e condições estejam claros e bem definidos, incluindo prazos, valores, responsabilidades e direitos das partes envolvidas. É recomendado contar com o auxílio de um advogado especializado para garantir que o contrato esteja em conformidade com a legislação vigente.
  4. Preparo da terra: Antes de iniciar o plantio, é necessário preparar a terra adequadamente. Realize a limpeza da área, removendo qualquer vegetação indesejada. Em seguida, faça a análise e correção do solo, garantindo que esteja em condições ideais para o cultivo do mogno africano. Considere a aplicação de adubos orgânicos e minerais, conforme orientação técnica.
  5. Plantio das mudas: Com a terra preparada, é chegada a hora de realizar o plantio das mudas de mogno africano. Siga as recomendações técnicas quanto à profundidade de plantio, espaçamento entre as árvores e cuidados iniciais, como irrigação e proteção contra pragas e doenças.

Seguindo esses passos, você estará pronto para arrendar a terra ideal e iniciar o cultivo do mogno africano.

Nós, da Selva Florestal, temos mais de 400 hectares de mogno africano da variedade Khaya senegalensis que faz parte do projeto Mahogany 404, onde manejamos as florestas durante todo o seu ciclo de forma que a mesma supere as expectativas em produtividade, para que estas sejam florestas de referência. 

Agora que você já sabe quais são as vantagens de plantar mogno africano com o Grupo Selva Florestal, tenha em mente que, uma vez que você já possui o acesso à terra através do arrendamento de terras, é de suma importância priorizar a qualidade das sementes e mudas utilizadas no plantio.

Desse modo, se você busca mudas de mogno africano, nós possuímos as melhores opções disponíveis do mercado e com certificação das espécies. 

Para saber mais vantagens de plantar mogno africano, acesse o site e confira informações sobre essa espécie, e também diversas outras informações referentes ao cultivo e a produção agrícola, e assista o vídeo no YouTube sobre o conteúdo abordado neste post, clicando aqui

Se você deseja aprofundar seus conhecimentos sobre como arrendar terra para plantar mogno africano e os tipos ideais de solo para o plantio, recomendamos a leitura do nosso artigo “Saiba quais são os tipos ideais de solo para plantio“. Nele, você encontrará informações valiosas sobre as características dos solos mais adequados para o cultivo de diferentes espécies, incluindo o mogno africano.

Matérias relacionadas

Acompanhe todas as máterias

Mogno Africano: O Potencial Lucrativo no Cultivo de Madeira Nobre

2024-06-07 11:00:00

Mogno Africano: O Segredo das Mudas de Alta Qualidade

2024-06-03 10:00:00

Investimentos Verdes: Entenda Como o Crédito de Carbono Pode Ser Essencial

2024-05-31 10:00:00

Mogno Africano: Rentabilidade Financeira aliada à Responsabilidade Ambiental

2024-05-27 10:00:00

Projetos Sustentáveis: Saiba Como Mogno Africano e Créditos De Carbono Impulsionam o Negócio

2024-05-25 16:00:00

Sustentabilidade Corporativa com Mogno Africano: Cases de Sucesso

2024-05-21 11:00:00

Ultimas notícias da Selva

Especialistas em Mogno Africano

Mogno Africano: O Potencial Lucrativo no Cultivo de Madeira Nobre

2024-06-07 11:00:00

Mogno Africano: O Segredo das Mudas de Alta Qualidade

2024-06-03 10:00:00

Investimentos Verdes: Entenda Como o Crédito de Carbono Pode Ser Essencial

2024-05-31 10:00:00

Mogno Africano: Rentabilidade Financeira aliada à Responsabilidade Ambiental

2024-05-27 10:00:00

Projetos Sustentáveis: Saiba Como Mogno Africano e Créditos De Carbono Impulsionam o Negócio

2024-05-25 16:00:00

Sustentabilidade Corporativa com Mogno Africano: Cases de Sucesso

2024-05-21 11:00:00