Descubra se o mogno africano pode ser cultivado em áreas de geada

Continue lendo esse artigo, basta arrastar a página para baixo

Descubra se o mogno africano pode ser cultivado em áreas de geada

O cultivo do mogno africano é uma prática muito apreciada pelos investidores do ramo agronômico. Isso porque essa é uma planta com alta e segura rentabilidade, que é vendida em território brasileiro e também é exportada e pode servir aos diversos fins. Entretanto, produtores que moram em localidades com incidência de geada podem ter problemas.

O mogno africano é uma árvore que não aguenta temperaturas muito baixas, nem geadas com frequência. Ainda assim, é possível adotar uma série de atitudes que diminuam os problemas que essa geada pode causar a uma plantação de mogno africano.

O orvalho forma as geadas em temperaturas abaixo de 0 graus. | Foto: Freepik.

O que é geada de mogno africano

Antes de entender como a geada interfere ativamente no processo da plantação de mogno africano, é interessante saber o que é geada. Muito provavelmente você já escutou que não deveria ficar descoberto a noite em céu aberto por causa do “sereno”, com a justificativa que você ficaria doente, e muito provavelmente resfriado.

Esse sereno é um vapor de água que fica na atmosfera durante o período noturno. Quando esse sereno se precipita, ele forma o orvalho, que é a água em estado líquido que geralmente encontramos nas folhas das plantas ao amanhecer. O que acontece é que, em lugares bem frios, esse orvalho congela e forma uma fina camada de gelo. É exatamente isso que é a geada.

O crescimento das plantas pode ser interrompido ou desacelerado durante a geada, já que as baixas temperaturas dificultam a atividade metabólica e a fotossíntese. | Grupo Selva Florestal.

A geada é um fenômeno que acontece nos mais diversos lugares do frio, ocorrendo em ambientes em que a temperatura atinge graus muito baixos. O Brasil é tipicamente um país tropical, em que a temperatura é alta, assim como a umidade.

Entretanto, esse ainda é um país de tamanho continental e, por isso, alguns lugares como a região sul, estão localizados em lugares que não possuem incidência solar alta e, por isso, são mais frios. Pensando nisso, o sul é uma região que tem o fenômeno da geada de forma recorrente, com apenas algumas exceções. A Serra Catarinense, por exemplo, tem geadas, mas não são fortes nem tão recorrentes.

Além da região sul, o Brasil já registrou o fenômeno da geada no sul do estado de São Paulo, no sul de Minas Gerais e no sul de Mato Grosso do Sul. Pode ser que a geada venha acontecer em outros lugares brasileiros não mencionados, mas essa ocorrência é super rara. 

Mesmo que a neve e a geada sejam derivadas de processos em que água é transformada em gelo, os dois não correspondem ao mesmo conceito. A neve é uma formação de gelo que acontece a partir do vapor de água antes dele se precipitar, em altas altitudes, o transformando em um cristal de gelo. Já na geada o processo acontece já quando essa água atinge uma superfície, a transformando em um fino gelo.

A geada pode causar danos significativos às plantas, especialmente às partes mais sensíveis, como folhas, flores e brotos. | Freepik.

O mogno africano pode ser cultivado em áreas de geadas?

O mogno africano é uma árvore vinda do continente africano que se desenvolveu muito bem, comercialmente falando, no Brasil. Isso aconteceu pois dois principais motivos: o mogno africano se adapta muito bem aos mais diversos climas e as condições climáticas do Brasil são bem parecidas com as encontradas na região da África, de onde vem o mogno. 

Esse desejo em cultivar mogno surgiu devido ao fato dessa ser uma árvore extremamente lucrativa, ela garante que seu plantio seja um investimento seguro, a longo prazo (cerca de 20 anos) e super rentável, sendo a Khaya Ivorensis a espécie de mogno africano mais lucrativa e que oferece maiores vantagens em seu plantio.

Essa característica se dá pois o mogno africano é uma madeira nobre, que tem maior qualidade e é bem mais resistente que as outras. Assim, ela é vendida para o mundo inteiro para a fabricação de móveis de luxo, construção civil e outros diversos fins. 

Com todos esses fatos mencionados em mente, muita gente fica muito interessado no plantio dessa árvore dentro do território brasileiro e se questiona se o lugar onde sua terra está localizada seria o adequado para essa atividade. A resposta é que muito provavelmente é sim. O mogno africano se adapta a muitos ambientes. Entretanto, lugares frios – principalmente os que tem geada – não são os favoritos da árvore. 

O que acontece é que a geada atrapalha nos primeiros anos de formação do mogno africano, mais precisamente no seu primeiro ou segundo ano. Isso se dá pois a geada congela os tecidos vegetais da planta, fazendo com que ela não consiga se desenvolver adequadamente. 

Uma outra alternativa é fazer o plantio de árvores maiores que irão proteger esse mogno africano pequeno. Com uma árvore em cima do mogno africano, formando uma espécie de “cabana”, a geada não cairá na madeira nobre e, consequentemente, seu desenvolvimento não será afetado. 

Também é possível olhar a previsão do tempo, entender quais serão as noites que terão geada e, a partir daí, programar uma irrigação por aspersão. Esse é um processo em que a água que cairá em cima das plantas não deixará que o orvalho se transforme em geada, fazendo com que não haja danos ao mogno africano.

Além de todas essas alternativas, existe a nebulização artificial. Essa é uma prática de criação de nuvens em cima da plantação de mogno africano que impedirá a formação do orvalho e, consequentemente, da geada. Apesar de cara, essa prática funciona muito bem na proteção das plantas da geada.

O crescimento das plantas durante a geada é um desafio para os agricultores devido aos cuidados adicionais necessários para garantir a saúde e o desenvolvimento das plantas. | Freepik.

Mesmo com esse empecilho, existem muitas histórias de pessoas que conseguiram ter uma boa plantação de mogno com o acontecimento de geada. Essa possibilidade de desenvolver uma plantação de mogno africano mesmo com geada só acontece em lugares em que esse fenômeno não acontece com tanta intensidade e as temperaturas não fiquem extremamente frias. 

O que é positivo, nesse cenário, é tentar colocar essa plantação de mogno africano em um lugar que não seja frio e, se não funcionar, é possível verificar logo nos primeiros dois anos e não será necessário esperar os vinte anos totais. Para saber mais sobre como adaptar a sua plantação de mogno africano à geada que acontece em seu pedaço de terra, procure o Grupo Selva Florestal, uma empresa de consultoria no plantio de árvores que também vende sementes e mudas.

Devido ao mogno africano ser uma espécie tropical, suas mudas são sensíveis ao frio e a geadas intensas.| Freepik.

Cuidados que se deve ter com o mogno africano em áreas de geada

Ao cultivar mogno africano em áreas de geada, é importante adotar alguns cuidados especiais para garantir o desenvolvimento saudável das árvores. A geada pode representar um desafio para essa espécie, pois as baixas temperaturas podem afetar seu crescimento e sobrevivência.

  • Escolha de variedades resistentes: Opte por cultivar variedades de mogno africano conhecidas por sua resistência à geada. Essas variedades adaptadas têm maior probabilidade de enfrentar condições climáticas adversas.
  • Proteção contra geadas: Durante os períodos de geada, considere medidas de proteção, como o uso de coberturas temporárias, como telas ou tecidos, para evitar danos causados pelo frio intenso.
  • Manejo adequado de irrigação: A geada pode afetar o sistema de raízes das árvores, tornando-as mais suscetíveis à desidratação. Portanto, monitore cuidadosamente a irrigação do mogno africano em áreas de geada, evitando excessos ou deficiências hídricas. 
  • Adubação balanceada: Fornecer os nutrientes adequados para o mogno africano fortalece sua resistência ao estresse causado pela geada. Utilize fertilizantes equilibrados e siga as recomendações de dosagem adequadas.
  • Monitoramento regular: Realize inspeções regulares nas árvores para identificar possíveis danos causados pela geada. Caso observe sintomas de danos, como folhas murchas ou necrosadas, tome medidas corretivas imediatas.

Lembrando que cada local e condição climática podem apresentar particularidades, portanto, é recomendado consultar especialistas em cultivo de mogno africano para obter orientações específicas de acordo com o contexto local.

Durante a geada, as folhas das plantas podem apresentar queimaduras, escurecimento, murchamento e, em alguns casos, até mesmo se tornarem quebradiças.| Freepik.

Manutenção e dicas para o cultivo bem-sucedido de mogno africano em áreas de geada

O cultivo do mogno africano em regiões com ocorrência de geada requer atenção especial e cuidados específicos. Confira  algumas práticas de manutenção essenciais para garantir um crescimento saudável e proteger as árvores durante os períodos de geada:

  • Crie barreiras: Durante os meses mais frios, é crucial proteger as mudas ou árvores jovens de geadas severas, e para isso podem ser criadas barreiras com lonas ou mantas térmicas que irão minimizar o impacto das baixas temperaturas nas plantas.
  • Utilize a técnica de mulching: A aplicação de uma camada de material orgânico, como palha ou serragem, ao redor da base das árvores, ajuda a reter a umidade, isolando as raízes e protegendo-as do frio intenso.
  • Realize a poda corretamente: Faça podas regulares para remover galhos danificados, doentes ou com crescimento indesejado. Isso promove um crescimento saudável e ajuda a evitar o acúmulo de gelo nas árvores.

Monitore a previsão do tempo: Esteja atento às previsões meteorológicas e aos sinais de danos causados pelas geadas. Se necessário, tome medidas adicionais de proteção, como o uso de aquecedores ou a construção de estruturas de proteção temporárias.

É importante proteger as plantas durante a geada para evitar danos decorrentes do congelamento. | Freepik.

O cultivo do mogno africano em áreas de geada requer atenção especial e cuidados específicos para garantir um desenvolvimento saudável das árvores. Desde a escolha adequada das mudas até as práticas de manutenção, cada etapa é essencial para proteger as árvores durante os períodos de frio intenso.

Ao seguir as orientações de proteção contra geadas, fornecer a irrigação adequada, realizar a poda correta, aplicar mulching e monitorar constantemente as condições climáticas, é possível obter um cultivo bem-sucedido do mogno africano em áreas sujeitas a geada.

Lembre-se de que o acompanhamento e a adaptação das práticas de cultivo às condições locais são fundamentais para superar os desafios climáticos e alcançar resultados satisfatórios.

Cultivar mogno africano em áreas de geada pode ser um empreendimento desafiador, mas com os cuidados certos, é possível desfrutar dos benefícios dessa valiosa madeira nobre. Para conhecer curiosidades pouco conhecidas sobre a madeira do mogno, confira nosso artigo “Curiosidades pouco conhecidas sobre a madeira do mogno“.

Matérias relacionadas

Acompanhe todas as máterias

Mogno Africano: O Potencial Lucrativo no Cultivo de Madeira Nobre

2024-06-07 11:00:00

Mogno Africano: O Segredo das Mudas de Alta Qualidade

2024-06-03 10:00:00

Investimentos Verdes: Entenda Como o Crédito de Carbono Pode Ser Essencial

2024-05-31 10:00:00

Mogno Africano: Rentabilidade Financeira aliada à Responsabilidade Ambiental

2024-05-27 10:00:00

Projetos Sustentáveis: Saiba Como Mogno Africano e Créditos De Carbono Impulsionam o Negócio

2024-05-25 16:00:00

Sustentabilidade Corporativa com Mogno Africano: Cases de Sucesso

2024-05-21 11:00:00

Ultimas notícias da Selva

Especialistas em Mogno Africano

Mogno Africano: O Potencial Lucrativo no Cultivo de Madeira Nobre

2024-06-07 11:00:00

Mogno Africano: O Segredo das Mudas de Alta Qualidade

2024-06-03 10:00:00

Investimentos Verdes: Entenda Como o Crédito de Carbono Pode Ser Essencial

2024-05-31 10:00:00

Mogno Africano: Rentabilidade Financeira aliada à Responsabilidade Ambiental

2024-05-27 10:00:00

Projetos Sustentáveis: Saiba Como Mogno Africano e Créditos De Carbono Impulsionam o Negócio

2024-05-25 16:00:00

Sustentabilidade Corporativa com Mogno Africano: Cases de Sucesso

2024-05-21 11:00:00